• Esporte
  • Em parceria com a Globo, CUFA, Comunidade Door e Infavela recebem principal prêmio da área de eventos, pelo trabalho na Taça das Favelas

A Central Única das Favelas (CUFA) ganhou o Prêmio Caio, da Revista Eventos, o maior da área de eventos do país, na noite da última terça-feira, no Expo Center, em São Paulo, pelo trabalho realizado na Taça das Favelas juntamente com as empresas da Favela Holding, a InFavela e a Comunidade Door.

 

Celso Athayde, CEO da Favela Holding, recebeu o Jacaré (símbolo do prêmio), representando Leonardo Ribeiro, CEO da Comunidade Door, e Elaine Caccavo, diretora da InFavela.

 

Representando a Rede Globo, parceira da CUFA na Taça das Favelas, esteve Alexandre Mutran, diretor da televisão.

A instituição venceu na categoria Evento Esportivo, em virtude do grande trabalho que culminou na megaprodução da

Taça das Favelas, superando as organizações da Florida Cup e da final do CBLoL 2018.

 

“Para nós, isso é o reconhecimento do trabalho diário e incansável que desempenhamos em prol da representatividade do morador de favela e da população negra. Marcamos mais um gol pra toda vida”, disse Celso Athayde, CEO da Favela Holding.

 

A Taça das Favelas é o maior campeonato de futebol entre favelas do mundo, e a CUFA realiza e promove esta competição há oito anos, começando no Rio de Janeiro e que hoje está em mais de 10 estados do Brasil. Com o ápice do projeto acontecendo no dia 1º de junho de 2019, dia da grande final da Taça das Favelas São Paulo, que lotou o Pacaembu, com quase 40 mil pessoas.

 

Sobre o Prêmio Caio

O nome da premiação é uma homenagem a Caio de Alcantara Machado, profissional pioneiro na área de eventos e feiras de negócios. O troféu da cerimônia é no formato de um jacaré, em alusão a uma expressão cunhada por Caio que dizia “vai dar jacaré” quando tinha a convicção que um evento seu seria bem-sucedido.