• Ação Humanitária
  • CUFA solicita doações urgente para manter e ampliar suas ações nesse momento de tensão.

No momento em que parte da sociedade está acertadamente em quarentena, os moradores das favelas estão na rua neste momento para que esta seja mantida. Pois é através de serviços como coleta de lixo nas cidades, caixas de supermercados, frentistas de postos de gasolina, portaria, segurança, entregadores de refeições, entre outros, que ela se mantém. E é exatamente esse um dos motivos que deixa a favela tão vulnerável.      

Por isso a Central Única das Favelas Brasil (CUFA), em parceria com centenas de organizações sociais estão de "cabeça" no combate ao Covid-19, seja em campanhas in loco para conscientizar os moradores que até aqui não estão levando tão a sério quanto deveriam, seja colaborando na distribuição de alimentos, álcool em gel, cesta básica ou mesmo em processo de elaboração de novas práticas e formação de redes de favelas, para plugrar em outras iniciativas. Por isso estamos entrando com uma campanha nacional de conscientização e doação para que essa engrenagem não pare. A campanha de conscientização se chama “#cufacontraovirus”. Entrou, dia 22 de março, um clipe, com uma música escrita por Dudu Nobre, Edi Rock (Racionais Mcs), Dexter e Ivo Meirelles, e interpretada por diversos artistas que falam a linguagem da favela. Entre eles:  Alcione, Xande de Pilares, Pericles, Karol Conká, Ferrugem , Pretinho da Serrinha, Sandra de Sá, Grupo Bom Gosto, MC Menor MR, Mumuzinho, entre outros.

Para quem quer contribuir sendo voluntário com a luta da favela contra o Coronavírus, sem sair de casa, respeitando a quarentena, pode fazer a sua doação para uma das contas informadas abaixo.

“Estamos com o nosso bloco na rua, neste momento de tensão. São milhares de voluntários da CUFA em todo o Brasil. Queria muito estar em casa, mas se aqui na minha favela vai ser um caos, temos que ajudar a conscientizar” explica Mário Love, da CUFA, liderança da Vila Kenneddy (RJ) 21-969411515.

“A situação é muito séria. Muitos moradores de favela ainda não caíram na real e não estão cumprindo a quarentena como deveriam. Estamos colocando toda a nossa força na conscientização deles, para que juntos a gente possa vencer mais essa luta” disse Claudia Rafael, da CUFA de Paraisópolis (SP). 

“Pela primeira vez em sua história, a CUFA está solicitando doações.  E tem que ser pra ontem, pois esse vírus não pode ser mais rápido do que nossas respostas”, disse Preto Zezé, presidente da CUFA Ceará, 85-88448614

“São aproximadamente 15 milhões de moradores de favela em todo o território nacional. Muitos deles não podem deixar de trabalhar, e ainda transitam pelas ruas se expondo ao risco do contágio. A CUFA vai contribuir de todas as formas possíveis para que o impacto do Coronavírus seja mínimo nas favelas brasileiras. Essa é nossa luta, faça parte dela também”, falou Kaline, coordenadora da CUFA Paraíba, 83 -88145528.

 

“Nossa credibilidade e nossa história são o nosso maior ativo”, falou Celso Athayde.

 

Confirma algumas de nossas ações:

 

Cufa pede medidas para conter o coronavírus nas favelas
https://exame.abril.com.br/brasil/cufa-pede-medidas-para-conter-o-coronavirus-nas-favelas/


14 propostas para reduzir o impacto do Corona Virus nas Favelas
https://ciclovivo.com.br/vida-sustentavel/bem-estar/14-propostas-coronavirus-favelas/

 

Cufa apresenta propostas para prevenir o corona vírus nas favelas
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-03/cufa-apresenta-propostas-para-prevenir-coronavirus-nas-favelas

 

CENTRAL ÚNICA DAS FAVELAS DO RIO DE JANEIRO
CNPJ :06.052.228/0001-01 

Bradesco - 237
Ag: 0087
C/C: 3582-3

Itaú - 341
Ag: 0402
C/C: 17369-4

DOAÇÕES PELA VAKINHA ONLINE:
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-a-cufa-a-ampliar-seu-combate-ao-coronavirus