A Central Única das Favelas (CUFA) lamenta profundamente o trágico óbito do cineasta Cadu Barcellos. Cadu foi mais uma vítima do crônico problema de violência do Rio de Janeiro, que só será resolvido quando começarmos a democratizar as oportunidades, como sempre falamos.

Cadu era um grande expoente da cultura preta e de favela, sempre deixando a marca desses movimentos em seus trabalhos. Como no clássico “Cinco Vezes Favela — Agora Por Nós Mesmos”, do qual foi codiretor.

Desejamos uma passagem de luz a Cadu, e muita força a amigos e familiares. E, sobretudo, que o legado jovem siga vivo no cinema e em outras áreas.

Descanse em paz, Cadu!